Atenção

Os conteúdos textuais desse blog são protegidos pela lei Nº9610, de 19 de Fevereiro de 1998.

quarta-feira, 5 de abril de 2017

Isso, também, passará.

Na vida, tudo tem começo, meio e fim.

Embora tenhamos dificuldade em nos desprender das coisas, com o tempo, não tem jeito! É necessário se acostumar com a sensação de desprendimento - e eu não disse perda.

Temos dificuldade de nos libertar de pessoas que amamos e nos faz mal; de empregos ruins, mas que já nos acostumamos; de uma roupa velha; de um amigo vampiro e, até, do cocô, na primeira infância.
Portanto, imagina se desprender de algo que sempre foi bom e fez bem?

Desde 2006, ainda no domínio do site Uol, o blog Espaço Zero teve presente na blogosfera. Dois anos depois, teve seu domínio, aqui, no Blogger. Onde mais de 500 textos foram publicados: crônicas, poemas, tirinhas, contos e críticas. Diversas pessoas que passaram pela minha vida foram tema ou inspiração dos textos, muita gente: Amigos, colegas, família, namorados, paixões e famosos, foram de alguma forma parte dos 10 anos de blog. Todos fizeram parte disso!

Além disso, é legal comentar que em períodos de grande divulgação e dedicação ao blog, ele chegou a contar com mais de 500 visitas por dia. Totalizando cerca de 15 mil visitas mensais. O que o levou a ser notado, ficando, em 2011, entre os 100 mais do Top Blog Brasil. E depois, descoberto por uma colunista do jornal local A Voz da Cidade. O que gerou certa projeção regional - Sul Fluminense (RJ).

Assim, com tal projeção regional, ao longo dos 10 anos de Espaço Zero, além d'eu ganhar vários amigos e leitores assíduos, tive a honra de receber dois prêmios de Blog do Ano, em cerimônia com troféus, através do jornal Olho Vivo, nos anos de 2013 e 2014. Por consequência, aconteceu um convite para escrever crônicas para o G1 - Sul e Costa Verde (RJ) - que durou dois maravilhosos anos de divulgação dos meus textos. E me gerou a oportunidade de conviver com pessoas incríveis.

Mas, 10 anos se passaram. O garoto, com tom juvenil em seu estilo, passou por muita coisa diferente. A pedra bruta que recebeu ao iniciar a sua vida foi lapidada, nesses dez anos, sobretudo entre 2013 e 2016. Sofreu as mudanças que queria ver no mundo. Matou o ser humano que antes viveu, ali, para dar vida ao novo homem. Por isso, ainda que o Espaço Zero seja parte da sua história. Ainda que muitas conquistas, sejam de sonhos, sejam de pessoas, tenham sido proporcionadas pelo Blog Espaço Zero. Em algum momento é necessário perceber que o tempo chegou ao fim.

Eu agradeço ao universo por ter me dado a oportunidade de viver o que eu vivi graças ao Espaço Zero. Esse nome estará eternamente tatuado no Éter, será para sempre um eco no meu coração, guardado com carinho. Mas, em 10 anos eu cresci, me tornei o homem que queria ser, conquistei o que precisei conquistar. Tenho aprendido cada dia mais o que vim aprender. E percebo tão claramente que essa é uma nova Era. Uma nova etapa. Um começo.

Além disso, quero agradecer a todos que me proporcionaram sentimentos, bons ou ruins, mas que de alguma forma foram transformados em textos e publicados no Espaço Zero. Que vocês tenham a melhor vida. Os melhores sonhos e transformem o mundo para melhor. Contribuam!

Aqui, nessa nova página, nesse começo, eu mantive a série online "Armani, Agora, É o Novo Preto" e outros dez textos que escrevi, ao longo desses 10 anos, para que uma parte do que foi, ainda permaneça no que é.

Com a alma leve, dou adeus ao meu melhor amigo, em 10 anos! Eu amei estar com você. E sou muito grato por todo o peso que tirou do meu coração.

Obrigado!